23/04/2011

Mitologia Lusitânia

Lusitânia é uma província romana antiga, incluindo o actual estado territórios Portugal e do oeste a Espanha (provínciaEstramanfuras) Lusitânia era uma nação de bravos guerreiros, cujas origens não são conhecidas por nós. O nome "Lusitânia"vem da fusão das palavras" lus "e" Tanus "de origem celta, que significa, segundo alguns historiadores tribo Luso", e depois outra "cidade da luz". Mitologia lusitana era frequentemente influenciado pela mitologia celta e mitologia romana, e por sua vez, exercendo influências em suas mitologias.


Deuses:
  • Endovélico- o deus supremo, deus da saúde
  • Ataegina - deusa do renascimento
  • Runesocesius - deus da guerra, lanças
  • Bormanico - deus da primavera
  • Cariocecus - deus da guerra
  • Trebaruna - deusa do lar e da morte
  • Nabi- deusa dos rios, a água
  • Duberdicus-deus de poços de água
  • Lusitânia Ares - deus dos cavalos
  • Bandua -Deus protector da Tribo
[endovelico.jpg]Na mitologia Lusitânia , Endovélico é o deus supremo, um deus da saúde e da prosperidade, seu animal associado é o javali . Após a conquista destes territórios pelos romanos, seu culto foi construído em mitologia romana .

Seu nome vem da palavra celta "Andevellicos", que significa "muito bom". Endovélico também era um deus solar, um símbolo de vitalidade, a energia do sol. Foi dito que quem dorme no santuário do futuro vai receber informações e orientação de Deus. Endovélico era protetora das regiões e cidades em que as pessoas adoram.

Endovélico é Religião desenvolvido especialmente Portugal e do sul Espanha na província Bética . Em Portugal , a São Miguel da Mota (região do Alentejo ), existe um templo dedicado a ele.



Ataegina está na mitologia Lusitânia deusa do renascimento, da primavera, fertilidade, a recuperação. O nome vem da palavra celta "cordas" e "genes" que significa "renascimento". É dedicado à sua cabra de estimação. Na antiguidade foi reivindicada a curar doenças como maldições e o fato de que, por vezes, causando a morte.. Algumas inscrições associado a uma deusa romana Prosérpina (Prosérpina TURIBRIGENSIS Ataegina).

Na mitologia Lusitânia , Runesocesius é deus da guerra, as lanças. Tem poderes naturais e um personagem misterioso guerreiro. . Juntamente com Ataegina e Endovélico , Runesocesius formar uma trindade na mitologia lusitana .

Na mitologia Lusitânia , Bormanico é o deus da primavera e água quente.

Na mitologia Lusitânia , Cariocecus é um deus da guerra, equivalente ao deus grego Ares e deus romano Marte Em homenagem a este Deus sacrifícios, humano e animal praticado Lusitânia.

Na mitologia Lusitânia , Trebaruna é a deusa do lar, luta e morte.

A mitologia Lusitânia , a Duberdicus deus e poços de água.


Na mitologia Lusitânia , Lusitânia Ares é o deus dos cavalos.



BANDUA, ou BANDUE, ou BANDIE (as grafias variam consoante a região), Deus protector da Tribo, foi uma das Deidades mais adoradas nas nações irmãs da Lusitânia e da Galécia. O Seu nome deriva do indo-europeu arcaico *Bendh-, que é «ligar», «enlaçar», «prender com laços», e, a partir daí, «ordenar», «proibir». BANDIE é pois um Guardião dos Laços e da coesão do Povo.
O mais esplêndido testemunho do Seu culto é, até à data, uma pátera encontrada em Portugal na qual se pode ver representada uma figura talvez feminina com atributos da Deusa Romana FORTUNA (a cornucópia e o véu) e da Deusa Helénica TYCHE, equivalente a FORTUNA (a coroa torreada, com a qual a Deusa TUTELA é por vezes figurada) rodeada de altares de fogo, o que sugere a ideia de devoção religiosa.

Muitos são os epítetos que aparecem associados ao Seu nome. Os epítetos designam as facetas ou funções do Deus:
BANDUA AETOBRIGUS - O Fogosamente Forte
BANDUA APOLO SECO - O Forte na Vitória
BANDUA CADOGUS - O Guerreiro
BANDUA OCOLIS - O Soberano
BANDUA TATIDEAICUS - O Pai dos Condecorados
BANDUA VERUBRICUS - O Forte e Valeroso
BANDUA VELUGUS TOIRAECUS - O Superior em Fortaleza

E coma protector de cidades temos:
BANDUA LANSBRICAE - O da fortaleza de Lans
BANDUA VEIGEBRAECUS - O da aldea dos fortes
BANDUA BRIALEACUS - O da fortaleza de Leacos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Verá com melhor nitidez esse site, com os navegadores Mozilla Firefox ou Google Chrome.

Obrigada, pela visita. Beijos de luz violeta na alma.

Tempo real da Terra e da Lua