27/06/2010

Os poderes das pedras


Uma mulher está em seu jardim sob o luar. O vento ergue-lhe a mantilha e a luz prateada a envolve. Nas mãos levantadas para o alto ela tem um cristal de seis faces. Ela observa a pedra brilhante, sentindo suas vibrações esquisitas e perturbadoras.
Conforme a brisa se vai, tudo silencia no círculo de velhos pinheiros que rodeia a figura. A lua parece brilhar mais forte e a mulher sente sua luz reconfortante irradiando-se do céu para a terra.
A pedra se acalma, as vibrações estranhas diminuem por instantes para se intensificarem em seguida, concentrando-se numa pulsação regular de energia.
Quando a mulher ergue mais o cristal, o poder invade-lhe os braços, fluindo através de seu corpo numa série de descargas agradáveis de energia.
Ela se sente vibrante e poderosa. Depois de muito tempo, a figura abaixa a pedra e, impulsivamente, toca a fronte com ela. O trabalho está feito. O cristal está purificado e pronto
para a magia.
As pedras podem estar enterradas profundamente no solo ou expostas à luz do sol e das estrelas. São embaçadas ou brilhantes, compactas ou ásperas. São comuns as azuis, verdes, vermelhas e outras cores que nenhum arco-íris se atreve a mostrar. Ágatas abundantes e esmeraldas caríssimas.
Turmalinas tricolores transparentes e mármore opaco. Sugilita violeta e cristal de quartzo transparente.
As pedras são dádivas da Terra. São manifestações das forças universais - da "divindade", da "deusa", do "Deus", do "destino" - que criaram tudo o que existe, tudo o que existiu e tudo o que
potencialmente pode existir.
A Terra é uma minúscula partícula de uma vasta rede energética. Embora criado por ela, nosso planeta agora contém suas próprias vibrações. Alguns desses poderes, e suas manifestações, são graduados e moldados para nos beneficiarem.
As pedras são pilhas mágicas que contêm e concentram as energias da Terra. Muitas também simbolizam, ou são influenciadas, pelos planetas e astros do nosso sistema solar. Outras há muito são associadas com estrelas distantes.
A relação entre magia e pedras é muito antiga. Rochas esculpidas pela chuva e pelo vento que ficaram com a forma de animais têm sido usadas como símbolos e centro de rituais muito mais antigos do que seus registros.
Há dez mil anos, gemas faiscantes são usadas para proteção contra o desconhecido. Pedras raras, que possuem formas estranhas ou propriedades elétricas ou magnéticas, há muitíssimo são instrumentos de magia.
Nos tempos primitivos, as pedras eram esculpidas para formar imagens religiosas ou mágicas por natureza. Elas também forneciam material de construção. Instrumentos feitos de pedra trituravam grãos, modelavam vestimentas, extraíam espinhos e eram usadas em cirurgias. As armas de pedra protegiam ou terminavam com a vida. As rochas eram aquecidas para
esquentar a água muito antes que os vasilhames à prova de fogo fossem inventados. As pedras eram ao mesmo tempo belas e úteis, sagradas e profanas.
Através dos tempos, o homem contou com as pedras para garantir a concepção, facilitar o parto, promover a segurança e a saúde pessoal e proteger os mortos. Mais recentemente, elas foram usadas em magia para transformações internas ou externas. Pedras-da-lua (adulárias) foram usadas para desenvolver poderes nos sensitivos. A ametista acalmava o temperamento, o peridoto era usado para alcançar riquezas, o quartzo rosa atraía o amor.
Atualmente, cinco mil anos de magia das pedras está à nossa disposição e muita gente está descobrindo os poderes nelas contidos.
Trabalhando com elas, essas pessoas, magos (naturais) das pedras, estão transformando suas vidas.
O que é, afinal de contas, essa magia das pedras? Como umas poucas pedras arrancadas do chão sujo podem influenciar alguma coisa? Por que os cristais de quartzo, dentre tudo aquilo que é tecnológico em nossa era, são vendidos em quantidades maiores do que videocassetes?
que criaram tudo o que existe, tudo o que existiu e tudo o que potencialmente pode existir.
A Terra é uma minúscula partícula de uma vasta rede energética.
Embora criado por ela, nosso planeta agora contém suas próprias vibrações. Alguns desses poderes, e suas manifestações, são graduados e moldados para nos beneficiarem.
As pedras são pilhas mágicas que contêm e concentram as energias da Terra. Muitas também simbolizam, ou são influenciadas, pelos planetas e astros do nosso sistema solar. Outras há muito são associadas com estrelas distantes.
A relação entre magia e pedras é muito antiga. Rochas esculpidas pela chuva e pelo vento que ficaram com a forma de animais têm sido usadas como símbolos e centro de rituais muito mais antigos do que seus registros.
Há dez mil anos, gemas faiscantes são usadas para proteção contra o desconhecido. Pedras raras, que possuem formas estranhas ou propriedades elétricas ou magnéticas, há muitíssimo são instrumentos de magia.
Nos tempos primitivos, as pedras eram esculpidas para formar imagens religiosas ou mágicas por natureza. Elas também forneciam material de construção. Instrumentos feitos de pedra trituravam grãos, modelavam vestimentas, extraíam espinhos e eram usadas em cirurgias. As armas de pedra protegiam ou terminavam com a vida. As rochas eram aquecidas para esquentar a água muito antes que os vasilhames à prova de fogo fossem inventados. As pedras eram ao mesmo tempo belas e úteis, sagradas e profanas.
Através dos tempos, o homem contou com as pedras para garantir a concepção, facilitar o parto, promover a segurança e a saúde pessoal e proteger os mortos. Mais recentemente, elas foram usadas em magia para transformações internas ou externas. Pedras-da-lua (adulárias) foram usadas para desenvolver poderes nos sensitivos. A ametista acalmava o temperamento, o peridoto era usado para alcançar riquezas, o quartzo rosa atraía o amor.
Atualmente, cinco mil anos de magia das pedras está à nossa disposição e muita gente está descobrindo os poderes nelas contidos. Trabalhando com elas, essas pessoas, magos (naturais) das pedras, estão transformando suas vidas.
O que é, afinal de contas, essa magia das pedras? Como umas poucas
pedras arrancadas do chão sujo podem influenciar alguma coisa? Por que os
cristais de quartzo, dentre tudo aquilo que é tecnológico em nossa era, são
vendidos em quantidades maiores do que videocassetes?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Verá com melhor nitidez esse site, com os navegadores Mozilla Firefox ou Google Chrome.

Obrigada, pela visita. Beijos de luz violeta na alma.

Tempo real da Terra e da Lua