08/05/2010

Titã (mitologia)Titãs – masculino – e Titânides – feminino -





Mitologia grega
Titãs
Oceano
Céos
Krios
Hipérion
Jápeto
Cronos
Tétis
Téia
Febe
Reia
Mnemosine
Têmis

Na mitologia grega, os Titãs – masculino – e Titânides – feminino - (em grego Τιτάν, plural Τιτᾶνες) estão entre a série de deuses que enfrentaram Zeus e os deuses olímpicos na sua ascensão ao poder. Outros oponentes foram os Gigantes, Tifão e Ofion.

Dos vários poemas gregos da idade clássica sobre a guerra entre os deuses e os Titãs, apenas um sobreviveu. Trata-se da Teogonia atribuída a Hesíodo. Também o ensaio Sobre a música atribuído a Plutarco, menciona de passagem um poema épico perdido intitulado Titanomaquia ("Guerra dos Titãs") e atribuído ao bardo trácio cego Tamiris, por sua vez um personagem lendário. Além disso, os Titãs desempenharam um papel importante nos poemas atribuídos a Orfeu. Ainda que apenas se conservem fragmentos dos relatos órficos, estes revelam diferenças interessantes em relação à tradição hesiódica.

Os Titãs não formam um conjunto homogêneo. Trata-se, em geral, de divindades muito antigas que, por uma razão ou outra, continuaram a ter uma certa vigência dentro da mitologia grega clássica e, ao constituir-se o esquema genealógico dos deuses, foram incluídas entre os descendentes de Urano.

Os mitos gregos da Titanomaquia caem na classe dos mitos semelhantes na Europa e Médio Oriente, em que uma geração ou grupo de deuses confronta os dominantes. Por vezes os deuses maiores são derrotados. Outras os rebeldes perdem, e são afastados totalmente do poder ou ainda incorporados no panteão. Outros exemplos seriam as guerras dos Aesir com os Vanir e os Jotunos na mitologia escandinava, o épico Enuma Elish babilónico, a narração hitita do "Reino do Céu" e o obscuro conflito geracional dos fragmentos ugaritas. O Livro da Revelação cristão também descreve uma "Guerra no Céu".

A primeira geração de Titãs


Cabeça de Titã. Museu Arqueológico Nacional de Atenas

Originalmente os Titãs eram filhos de Urano e Gaia:

  • Titãs:

* Oceanus, o rio que circundava o mundo.
* Céos, titã da inteligência.
* Créos, titã do frio e inverno assim como dos rebanhos e das manadas, esposo de Euríbia (filha de Pontos) e pai de Palas, Perses e Astreu
* Hipérion, o fogo astral e a visão.
* Jápeto, esposo da oceanide Clímene e pai de Prometeu (ancestral da raça humana), Atlas, Epimeteu, Menoécio e Héspero.
* Cronos, que destronou Urano e foi rei dos titãs.

  • Titânides:

* Febe, a da coroa de ouro. Titânide da lua.
* Mnemosine, personificação da memória e mãe das Musas com Zeus.
* Reia, rainha dos titãs com Cronos.
* Témis, encarnação da ordem titãnica, das leis e costumes, e mãe das Horas com Zeus.
* Tétis, titã do mar.
* Téia, titã da visão e da luz.

  • Outros Titãs

O matrimónio entre irmãos era corrente na mitologia grega, e vários Titãs e Titânides se uniram, dando origem a uma segunda geração de Titãs:

* Oceano e Tétis geraram as ninfas (Oceânides), os rios (Oceanidas ou Potamoi ou Lemnai) e os mananciais.
* Hipérion e Téia a Helios (o sol), Selene (a lua) e Eos (a aurora).
* Céos e Febe a duas filhas, Leto e Astéria.

Cronos e Réia formaram o casal mais importante, pois são progenitores de seis dos deuses olimpianos e, em algumas versões, também progenitores de Afrodite:

* Héstia, deusa do lar.
* Hera, deusa da fidelidade e rainha do Olimpo.
* Hades, deus do mundo inferior onde se localizam ambos, o Tártaro e os Campos Elísios.
* Deméter, deusa da agricultura e da fertilidade, conhecida também por rainha dos trigais.
* Posêidon, deus dos oceanos.
* Zeus, deus dos deuses, rei do Olimpo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Verá com melhor nitidez esse site, com os navegadores Mozilla Firefox ou Google Chrome.

Obrigada, pela visita. Beijos de luz violeta na alma.

Tempo real da Terra e da Lua