19/09/2010

Reflexologia - Parte I

reflexoaA reflexologia baseia-se no principio de que existem áreas, ou pontos reflexos nos pés e nas mãos que correspondem a cada orgão, glândula e estrutura no corpo. Ao trabalhar nesses reflexos, reduzimos a tensão em todo o corpo. A energia está sempre fluindo atraves de canais ou zonas no corpo, que terminam formando os pontos reflexos nos pés e mãos. Quando esse fluxo de energia flui desimpedido, permanecemos saudáveis, e quando está bloqueado por tensão ou congestão, ocorre a doença. Mediante o tratamento dos reflexos, os bloqueios são desfeitos, e a harmonia érestaurada a todos os sistemas. Tratando um pé de cada vez, trabalhamos nos reflexos da sola, os lados e peito do pé, usando as tecnicas digitais apropriadas. O principal benefício da reflexologia é o relaxamento. Ao reduzir a tensão, tambem melhora a irrigação sanguinea, faz aflorar um funcionamento nervoso desimpedido, restabelece a harmonia entre todas as funções do corpo e combate o seu estresse. Como os pés representam um microcosmo do corpo, todos os órgãos, glândulas e outras partes do corpo estão dispostos em arranjo similar nos pés.


A representação microcósmica de partes do corpo em diferentes áreas do organismo também se manifesta na íris do olho, na orelha e nas mãos. Todavia, as zonas reflexas dos pés são mais fáceis de localizar porque cobrem uma área maior e são mais específicas, tornando mais fácil trabalhar com elas.


A pressão é aplicada nas áreas reflexas com os dedos das mãos e usando técnicas específicas, provocando mudanças fisiológicas no corpo, na medida em que o próprio potencial de cura do organismo é estimulado. Dessa maneira, os pés podem desempenhar um papel importante para conquistar e manter uma saúde melhor.


A técnica do tratamento reflexológico é simples, não requerendo anos de treinamentopara ser aplicada eficazmente. Nesta forma de terapia, útil no tratamento de doençase eficaz para manter a saúde e prevenir o aparecimento de doenças, é muito importanteo relacionamento entre o terapeuta e o beneficiário no processo de cura.


O terapeuta actua como um mediador para activar o potencial de cura do paciente.

O que é reflexologia ?


Reflexologia, ou terapia por zona, é uma prática que estimula pontos nos pés, mãos ou orelhas (chamados de zona de reflexo), acreditando que isso trará efeitos benéficos em algumas partes do corpo ou melhorará a saúde geral. A forma mais comum é a reflexologia dos pés. Os praticantes acreditam que o pé seja dividido em zonas de reflexo que correspondem a todas as partes do corpo.


Na reflexologia acredita-se que há uma "energia vital" que circula entre os órgãos do corpo humano, a qual penetra nas células vivas. Sempre que essa energia for bloqueada, a zona do bloqueio será afetada. As zonas de reflexo podem refletir o bloqueio de energia em diferentes órgãos. Dessa forma, se alguém tem um problema em um órgão particular, quando o reflexologista pressiona a zona de reflexo correspondente a pessoa sentirá dor.

Acredita-se que a dor se origina do depósito de cristais na zona de reflexo. Com as técnicas de massagem apropriadas, essas estruturas de cristais podem ser quebradas e a dor poderá sumir. Simultaneamente, acredita-se que a pressão aplicada à zona de reflexo pelo reflexologista passe pelos nervos para dissipar o bloqueio de energia. Desta forma, a reflexologia poderia ajudar a curar a doença no órgão.


Como a reflexologia ajuda?


O corpo tem a capacidade de curar a si mesmo. Depois de doença, estresse ou lesão ele está em estado de "desequilíbrio", e acredita-se que os "caminhos da energia vital" estejam bloqueados impedindo o corpo de funcionar efetivamente. A reflexologia então restauraria e manteria o equilíbrio natural e encorajaria a cura.


Críticas à reflexologia


Reflexologia não é parte da ciência médica moderna. Os céticos alertam que não há estudos científicos confiáveis atestando a eficiência da reflexologia como um tratamento médico, ou que haja qualquer forma de ligação entre áreas específicas do pé e os vários órgãos do corpo. Além disso, o raciocínio das "estruturas de cristal" não é sustentado pelo conhecimento atual de fisiologia. Por outro lado, estudos mostram que os efeitos de relaxamento e prazer da massagem oferecem vários benefícios médicos.


A Reflexologia pode ser caracterizada como uma forma extremamente eficaz de massagem terapêutica, através da aplicação de pressões específicas em pontos reflexos em especial nos pés, que detém um lugar de destaque no campo da medicina natural complementar.Tem trazido muitos benefícios na recuperação de cirurgias por acelerar processos de cicatrização.


Parece não haver dúvidas em relação à existência de uma forte ligação entre a Reflexologia e a Acupuntura, baseando-se ambas em idéias semelhantes, ou seja, em terapias enérgicas e de meridianos, na medida em que propõem a idéia de que as linhas de energia ligam as mãos e os pés a diversas partes do corpo. Isso permite que todo o corpo seja tratado quando se trabalham as áreas reflexas.


A Reflexologia é uma arte suave, uma ciência fascinante e uma forma extremamente eficaz de massagem terapêutica, através de aplicação de pressões específicas em pontos reflexos especialmente nos pés embora também possa ser feita nas mãos, que conquistou um lugar de destaque no campo da medicina natural complementar. É uma ciência porque se baseia no estudo fisiológico e neurológico, sendo também uma arte porque depende bastante da habilidade com que o terapeuta aplica o seu conhecimento e da dinâmica que ocorre entre este e o beneficiário.


A massagem reflexa dos pés, praticada na Reflexologia, não deve ser confundida com a massagem básica só aos pés ou com a massagem do corpo de uma maneira geral. É uma técnica específica de pressão que atua em pontos reflexos precisos dos pés com base na premissa de que as áreas reflexas dos pés correspondem a todas as partes do corpo.

A pressão é aplicada nas áreas reflexas com os dedos das mãos e usando técnicas específicas, provocando mudanças fisiológicas no corpo, na medida em que o próprio potencial de cura do organismo é estimulado. Dessa maneira, os pés podem desempenhar um papel importante para conquistar e manter uma saúde melhor.


Você sabe que seu pé e um mapa de seu corpo (espelho do corpo),e que a reflexologia pode relaxar,limpar o corpo das toxinas,melhorar a circulação ou ate mesmo provocar um enorme bem-estar.


Tal como em todas as terapias holísticas, na Reflexologia é enfatizada a necessidade do paciente assumir a responsabilidade pelo seu próprio estado de saúde, ou seja, para se obterem os melhores resultados, é necessário à participação do paciente.


A doença é o resultado direto dos pensamentos e ações da pessoa. A mente é extraordinariamente poderosa e afeta todas as células do corpo, provocando a ocorrência de mudanças químicas. Assim, emoções negativas como a ansiedade, desgosto, medo e preocupação, largamente disseminadas na sociedade moderna, terão repercussões negativas na saúde.


Tal como em todas as terapias holísticas, na Reflexologia é enfatizada a necessidade do paciente assumir a responsabilidade pelo seu próprio estado de saúde, ou seja, para se obterem os melhores resultados, é necessário a participação do paciente.


Numerosos terapeutas, após diversos anos de estudo e prática, concluíram que a Reflexologia atua aos níveis fisiológico, psicológico e espiritual.


Reflexologia das mãos

Reflexologia das mãos é o método de aplicação de pressão através dos dedos e polegares nas áreas das mãos. Estas áreas se encontram em todas as partes das mãos e correspondem a cada órgão, glândula e estrutura do corpo. As mãos podem ser consideradas um espelho do corpo a mão direita reflete o lado direito do corpo, enquanto a mão esquerda reflete o lado esquerdo. A reflexologia é uma terapia simples, natural e não-invasiva, que estimula as forças internas de cura do corpo, trazendo bem estar físico, mental e emocional. Se a pessoa tiver determinado problema de saúde ou só estiver procurando um modo de aliviar a tensão e manter-se saudável, a reflexologia será de excelente valor terapêutico.


Aplicada corretamente, a reflexologia da mão é totalmente segura. Se um reflexo particular não for trabalhado demais, não haverá perigo de excessiva estimulação, o que pode causar demasiada eliminação e efeitos colaterais desagradáveis. A reflexologia pode ser usada por qualquer pessoa, de bebês a idosos.


Importante


1 - A reflexologia nunca deve ser usada para diagnosticar problemas de saúde. O diagnóstico só deve ser feito por um médico;

Vitalidade a seus pés

Na frente da TV, antes de dormir ou em qualquer momento que possa tirar os sapatos, aproveite para tocar seus pés. Basta alguns minutos para que a sensação de bem-estar se espalhe pelo corpo todo. Esse gesto simples é a base da reflexologia, uma técnica milenar praticada por chineses e egípcios que estuda a relação de pontos específicos dos pés com os órgãos vitais. Foi trazida para o Ocidente no início do século 20 pelo médico americano William Fitzgerald e usada como recurso na hora de fazer diagnósticos ou prevenir doenças variadas.

O que a princípio despertava apenas curiosidade entre especialistas ocidentais virou assunto sério, e depois de muitos testes, realizados ainda no início do século 20, vários hospitais americanos – entre eles Boston City, Saint-Francis, Connecticut e Hartford – concluíram que a massagem nos pés indicava doenças. Dependendo do tipo e da intensidade da dor que o paciente sentisse, o médico identificava os órgãos comprometidos e fazia o diagnóstico. Hoje, a reflexologia é praticada em mais de 20 países, inclusive no Brasil.

Por que o efeito é positivo


A eficácia e os benefícios da prática regular da reflexologia são reconhecidos, mas orientais e ocidentais discordam sobre seu mecanismo de ação. Para os especialistas do Oriente, a técnica se baseia na livre circulação da energia vital, chamada ch’i. Quando determinado órgão apresenta excesso ou falta dessa energia, surgem dores ou doenças como sinal de alerta. O papel da massagem nos pés é justamente o de desbloquear e harmonizar o fluxo energético nos órgãos, assim eles funcionam melhor e a saúde é restabelecida.

Até o cérebro


Os ocidentais, por outro lado, descartam a idéia de uma energia invisível e explicam os efeitos com base na medicina. Os pés têm milhares de terminações nervosas e se ligam, através delas, ao restante do corpo. O médico Zang-Hee Cho, da Universidade da Califórnia, comprovou que sensibilizando determinada região do pé ativa-se a área do córtex cerebral correspondente ao reflexo.

“Com a massagem, essas terminações são despertadas e enviam estímulos para o cérebro, que ativa o sistema imunológico, beneficiando sua saúde em geral ou algum problema específico”, explica Armando Sérgio Austregésilo, presidente da Associação de Massagem Oriental do Brasil e autor dos livros Massagem e Sensibilidade e Curso de Massagem Oriental (ed. Ediouro).

“Observamos se alguma região do pé apresenta maior sensibilidade à dor e qual o órgão ligado a esse ponto. Se for o do estômago, é possível que a pessoa costume comer rápido demais ou que a qualidade da alimentação deixe a desejar. Consciente disso, pode-se mudar os hábitos e evitar problemas mais sérios. A prevenção é a principal função da reflexologia”, completa Sérgio.

Mãos e orelhas


Existem várias zonas reflexas no corpo, além dos pés. Mãos, orelhas, rosto, costas e abdômen concentram pontos reflexos que podem ser massageados. Os pés são os que têm a correspondência mais definida e de fácil localização. Os profissionais da reflexologia consideram que os pés reagem mais rápido aos estímulos. “As zonas reflexas da mão são menos sensíveis à massagem superficial, o que torna os pontos doloridos e difíceis de localizar”, explica a terapeuta corporal Diana Valer.

O grego Hipócrates (460-380 a.C.), pai da medicina, já usava os pontos das orelhas para tratar seus doentes. A auriculoterapia foi retomada por volta de 1950 pelo médico francês Paul Nogier. “Os pontos reflexos da orelha podem ser estimulados com o polegar e o indicador ou com o uso de agulhas colocadas apenas por profissionais”, explica Diana Valer.


Conte com esse alívio


Segundo a medicina chinesa, cada sentimento mexe com um órgão vital e, se for intenso ou vivido por um período prolongado, pode até comprometer a saúde. “A raiva vai direto ao fígado, o medo atinge os rins, a preocupação, a vesícula, a tristeza, o pulmão, e a ansiedade, o coração”, ensina o especialista Armando Austregésilo.

Ao massagear seus pés nas áreas correspondentes a esses órgãos (indicadas ao lado), você também dissolve essas emoções e ganha tranqüilidade.

Veja abaixo os toques certos para aliviar ou prevenir males relacionados ao corpo e às emoções.

• Estresse – Já que ele não é uma doença, mas um conjunto de sintomas, o ideal é massagear os pés por inteiro, especialmente na área reflexa da coluna, que costuma doer muito quando estamos estressados.
• Insônia – Massageie a lateral externa dos pés, desde o calcâneo até o quinto dedo. Isso ajuda a desligar o carrossel de pensamentos que não deixa você dormir.
• Cansaço – Região central dos pés, relacionada a estômago, rins e intestino e ao bom fluxo de energia.
• Depressão – Área correspondente aos pulmões e ao intestino grosso.
• Ansiedade – Se a ansiedade for do tipo coronário, que vem acompanhada de uma dificuldade de pensar e agir, massageie a região central dos pés, relacionada ao plexo solar. Se for causada por estados depressivos ou tristeza prolongada, massageie a área dos pulmões e do intestino grosso.
• TPM – Dê atenção especial à região de rins, baço e pâncreas, ligada à satisfação e à alegria de viver.

Muitas maneiras de massagear os pés


Sempre que sentir necessidade de relaxar, não hesite e massageie os pés. “Além da pressão dos dedos, vale pisar sobre uma bolinha de tênis ou bambu, usar massageador elétrico ou de madeira”, sugere a terapeuta corporal Diana Valer, diretora da Humaniversidade, de São Paulo. A massagem não precisa ser demorada: cinco minutos por dia são suficientes para relaxar e despertar sensações boas. Andar descalço sempre que possível é outra ótima pedida, especialmente na areia. “Chinelos especiais, com saliências rígidas na parte interna, têm um ótimo efeito. Caminhar com eles por dez minutos, em dias alternados, é o bastante para estimular os órgãos vitais”, finaliza Diana.


Sinais de alerta


Ao massagear os pés, você pode aproveitar para perceber como anda sua saúde e quais são seus pontos mais sensíveis – basta seguir a orientação do especialista em reflexologia Armando Sérgio Austregésilo, de São Paulo. Use óleo essencial ou hidratante e, com o polegar, procure identificar as áreas doloridas nos dois pés e veja na figura da página ao lado quais são os órgãos correspondentes a essas zonas reflexas.

Nas áreas mais sensíveis, faça massagem todos os dias, sem fazer força. “A dor tende a diminuir, o que significa que o corpo já desenvolveu um estímulo adequado para lidar com o problema”, diz o terapeuta.

Há duas formas de fazer a massagem, de preferência com os polegares: em movimentos circulares ou pressionando a região. “Tente as duas maneiras”, sugere Armando. “A mais indicada é a que suaviza a dor em até dois minutos.” Se depois de uma semana de prática diária a dor não sumir, procure o médico para investigar se há algum problema.

ATENÇÃO!
• Grávidas ou doentes crônicos devem perguntar ao médico se não há contra-indicações na prática regular da automassagem.
• Caso algum ponto dos pés apresente dor insuportável, o melhor é interromper a massagem e investigar com médicos ou terapeutas corporais a causa da dor.

A reflexologia actua em determinadas zonas do corpo através da estimulação dos reflexos correspondentes por técnicas de compressão executadas com os dedos. Onde houver inibição de funcionalidade, ou doença,"encontramos uma congestão sob a forma de depósitos que não foram eliminados pela circulação venosa e linfática.


As zonas do pé onde existam zonas de congestão estarão mais sensíveis ou mesmo doridas, podendo apresentar-se duras, contraídas, com nódulos ou granulosas. Se forem tratadas através de massagem ou de técnicas compressivas, de forma a que comecem a diluir-se, a zona do corpo correspondente será estimulada, ficando apta a regenerar-se.

massagem de podo-reflexologia tem por objectivo restabelecer a circulação energética normal no interior do organismo. Por via de reflexo, actua também à distância sobre diferentes orgãos para os trancar ou prevenir uma afecção.


O objectivo é, portanto, duplo:


– Por um lado, a prevenção: certas zonas ficam doridas antesmesmo de uma patologia se manifestar. O seu tratamento permi-te, então, regularizar o 6rgão antes do aparecimento dos sinaisclínicos.


– Por outro lado, a terapia, em complemento dos cuidados médi-cos clássicos: permite frequentemente diminuir as doses de medi-camentos, assim como uma redução apreciável dos períodos de con-valescença ou pós-operatórios.


Além disso, a reflexologia é uma técnica formidável de bem-estar e de relaxamento. Como diz um provérbio chinês: «O sorriso vem dos pés.» Numa época em que as causas de stresse se multiplicam com o seu cortejo de manifestações psicossomáticas, como a angústia, a ansiedade, a depressão, a insónia, etc., é importante saber reencontrar a descontracção e a calma interior.


O que se pode sentir após um tratamento de Reflexologia


Algumas pessoas sentem-se descontraídas e sonolentas durante algum tempo após uma sessáo de reflexologia; podem mesmo sentir-se muito fatigadas e precisar de descansar um pouco, Muitas outras estáo profundamente relaxadas no final da sessão mas, quando saem ou pouco tempo depois, sentem-se cheias de energia e motivação.

Explicações Científicas

Duas explicações são possíveis para explicar esse facto: a primeira do tipo neurofisiológico, a segunda do tipo energético, ligada aos princípios da medicina chinesa.


Explicação Neurofisiológica


Sabemos que cada uma das partes do corpo, músculos e pele, está coberta de nervos e que a informação sensível vai ter à espinal medula, que transmite as informações nervosas ao cérebro.


No caso de um orgão doente, produz-se entao uma excitação nervosa dita viscerogénea. Esta irritação transmite-se à espinal medula e, em seguida, percorre as fibras nervosas anteriores para ir ter quer a uma zona cutânea (reflexo), provocando então uma dermalgia, quer a um músculo, podendo originar uma mialgia. No seio dessa zona em tensão, a circulação local é modificada, o que pode gerar uma acumulação de toxinas ou a formação de pequenos cristais. Numa segunda fase, podera igualmente estender-se aos segmentos vizinhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Verá com melhor nitidez esse site, com os navegadores Mozilla Firefox ou Google Chrome.

Obrigada, pela visita. Beijos de luz violeta na alma.

Tempo real da Terra e da Lua